Resort Salinas do Maragogi

Quando começamos a procurar uma hospedagem em Maragogi, uma coisa era certa: queríamos ficar no melhor lugar da cidade. Mas quem diria que, além disso, também ficaríamos simplesmente no 15º melhor resort all inclusive de todo o MUNDO? E olha, posso garantir que o Salinas recebeu esse título com toda razão! Lá é um paraíso. É enorme, possui uma programação noturna super legal, disponibiliza várias opções de passeios e, é claro, sempre com as melhores comidas/bebidas. Além de ter a praia de Maragogi, que é quase privativa e fica bem em frente ao resort, o Salinas ainda conta com o Rio Maragogi, que corta o local no meio, é lindo demais e vira ‘palco’ de várias atividades gratuitas, como o caiaque e o stand-up paddle. Os quartos são espaçosos e confortáveis (o que eu fiquei tinha uma varanda super fofa!), os funcionários são hiper simpáticos e a proximidade da piscina com a praia é ótima… Aiii que saudadeee!

Definitivamente, se eu puder fico aqui falando horas e horas sobre como esse lugar é maravilhoso. Então sem mais blablablá, para vocês conferirem com os próprios olhos como o Salinas do Maragogi realmente é, fiz um vlog super especial mostrando tudo e ainda tirei várias fotos. Espero que gostem!

DSC01837

DSC01571

DSC01744

DSC01572

DSC01579

DSC01839

DSC01568

DSC01774

DSC01810

SALINAS DO MARAGOGI
Telefone: (82) 3296-3030
Endereço completo: Rodovia AL 101 Norte, Km 124, S/N – Sitio Carió, Maragogi/AL
Para mais informações, visite a página oficial do resort.

Giant’s Causeway

Depois da Carrick-a-Rede Rope Bridge, a segunda parada do meu day tour pela Irlanda do Norte foi na Giant’s Causeway (ou Calçada dos Gigantes), um dos lugares mais incríveis que eu já tive o prazer de ir na vida. E logo na entrada dei de cara com aquela cabine telefônica vermelha linda que é um dos maiores símbolos do United Kingdom. Claro que eu tive que tirar foto do ladinho dela, né? #turistona

IMG_8583

IMG_8585

Depois disso eu peguei uma trilha e comecei a andar por um dos caminhos que dava nas pedras. Mas como nem tudo são flores, sim!, eu tive a capacidade de ir pelo lugar errado. Para chegar na Giant’s Causeway, eu quis fazer a maior trilha, que vai pelos cliffs. Mesmo parecendo longe, a beleza era tão inspiradora que eu simplesmente decidi curtir o momento, continuar tirando fotos e andando…

IMG_8590

IMG_8616

IMG_8629

IMG_8644

Andei quarenta minutos e na hora de descer a escada que dava acesso às pedras, vi que naquele dia ela estava bloqueada. Como não tinha sinalização disso no início da trilha, muita gente tava voltando super bravo. :( Resultado? Mais quarenta minutos para voltar até o começo de tudo e pegar o caminho mais curto por baixo. Nesse momento eu já estava quase desfalecida, portanto decidi pagar 2 pounds pelo micro-ônibus que te leva e traz até a ponta da Giant’s Causeway. Engraçado é que só dava eu de jovem no meio de um monte de velhinhos dentro da “lotação”, hahaha. Mas depois de andar tanto a toa foi necessário, juro!

IMG_8652

IMG_8806

IMG_8660

Mas nada disso abalou o meu astral e cheguei super animada lá. Diz a lenda que o local surgiu depois que um gigante irlandês decidiu enfrentar um gigante escocês e para isso construiu uma calçada de pedra ligando os dois países. O que o irish não esperava é que o inimigo fosse tão grande! Então, quando a esposa dele viu o escocês atravessando o mar, ela teve a ideia de disfarçar seu marido de bebê. Na hora que o grandalhão chegou na casa deles e viu o tamanho daquele “bebê”, saiu correndo de volta para a Escócia pensando: “Se o bebê já é deste tamanho, imagina o pai!”, assim como a mulher esperava. Para ter certeza de que não seria perseguido, o escocês destruiu o caminho que ligava os lugares pelo mar e só o que restaram foram as pedras da “Calçada dos Gigantes”. Incrível, né? Adoro lendas irlandesas…

IMG_8663

IMG_8788

IMG_8719

Deixando as lendas de lado, as 40 mil colunas de basalto formadas alí foram obra da erupção de um vulcão que aconteceu há mais de 60 milhões de anos. Algumas delas têm até 12 metros de altura. A Giant’s Causeway foi descoberta em 1693 e em 1986 foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Na minha singela opinião, a lenda irlandesa que justifica a formação das pedras é bem mais legal!

IMG_8728

IMG_8762

IMG_8791

Eu adorei a experiência de visitar esse lugar. É uma beleza muito diferente e incrível. As pedras são tão retinhas em cima, parecem banquinhos esculpidos perfeitamente. É até bizarro de tão maravilhoso e tem toda razão de ser um dos pontos turísticos mais famosos da Irlanda do Norte. Vale muito a pena ir… ;)

GIANT’S CAUSEWAY
Telefone: (44) 28 2073 1855
Endereço completo: 44 Causeway Rd, Bushmills, Antrim BT57 8SU, Reino Unido

Vlog! Passeando por Maragogi

Durante a estadia no resort Salinas, acabamos fazendo alguns passeios pela cidade e arredores. Foi muito maravilhoso submergir em uma cultura tão diferente! Conheci a pequena cidade/vila de pescadores Maragogi, comemos os melhores biscoitos de goma do mundo feitos pela famosa irmã Marlene, conhecemos a praia de Xaréu em um beach tour e nos divertimos demais andando de banana e disco boat. E é claro que gravei tudo pra mostrar aqui, né? Espero que gostem!

Vlog! Passeio nas piscinas naturais da Barra Grande e mergulho nas Galés

E meu segundo vídeo estilo vlog está finalmente no ar! Ainda estou pegando o jeito, então ignorem possíveis falhas e gaguejamentos, tá? Hehehe. Como dito no post sobre as Piscinas naturais de Barra Grande e Galés, gravei algumas imagens durante esses passeios incríveis que fiz em Maragogi/Alagoas para vocês verem um pouquinho da imensidão da natureza e de como foi maravilhoso.

Aperta o play para assistir a minha cara deslumbrada durante o mergulho nas Galés:

Não disse que eu fiquei simplesmente enlouquecida? <3
Se gostou, não esqueça de clicar no jóinha para ajudar a promover meu trabalho!
E se quiser ver todos os meus futuros vídeos em primeira mão, se inscreva no canal.